Cursos Online
quarta-feira , 21 agosto 2019
Capa » Vestibular » Apostilas » 10 apostilas grátis de Geografia para Vestibular com os temas fundamentais

10 apostilas grátis de Geografia para Vestibular com os temas fundamentais

Olá estudantes!

 

Estudar… Esse, com certeza, é o verbo mais usado pelos jovens em época de Enem e vestibular e para aqueles que vão prestar concurso. Quem quer se dar bem nos exames, não tem como fugir dele. Então, para te ajudar na hora de praticá-lo, trazemos aqui os 10 temas fundamentais de Geografia! E o melhor: o Rede de Cursos ainda disponibiliza para download 10 apostilas gratuitas de Geografia, para facilitar ainda mais.

Não que você deva estudar apenas estes temas, mas eles são mais recorrentes, os que mais caem nas provas, e você deve estar craque neles para se sair melhor nos mais complexos.

Bom, para começar, é importante que os estudantes saibam bem os conceitos que envolvem mudanças no clima, fontes alternativas de energia e globalização. Mas, ainda tem mais. Veja abaixo.

1- Globalização
Processo de internacionalização das relações econômicas capitalistas, apoiado em novas tecnologias de transporte e telecomunicações e na ampliação da capacidade produtiva. A globalização está sempre relacionada com a economia entre os países.

Alexandre Gobbis, professor do Cursinho do XI, aposta em questões envolvendo a crise de 2008 e a então saída do Paraguai do bloco liderado pelo Brasil.

2- Terceira Revolução Industrial
Essa é também chamada de revolução tecnocientífica. Para o professor Bruno Saneti, da Oficina do Estudante: “Esta revolução científica está relacionada com a segunda globalização, como a gente conhece, que só aconteceu por causa desse desenvolvimento da tecnologia originada principalmente durante o período da Guerra Fria”.

3- Potências emergentes
A sigla Brics dá nome a um grupo formado por potências econômicas emergentes: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. A importância do grupo ultrapassou a área econômica e a presença desses quatro países tornou-se indispensável em discussões políticas

O aluno deve ter em mente que são países de diversas origens (ex-colônias, ex-socialistas, “socialismo de mercado” no caso da China, por exemplo) que irão apresentar significativos níveis de desenvolvimento econômico.

É importante estar atento ao fortalecimento do setor industrial e tecnológico, aumento da capacidade exportadora (principalmente das commodities, no caso do Brasil e África do Sul) e expansão dos mercados consumidores internos (com significativa melhoria das condições de vida de seus cidadãos).

4- Clima
Elementos climáticos, como a umidade, pressão atmosférica e temperatura; fatores de determinação do clima; e as mudanças do clima e suas consequências.

O estudante deve saber a diferença entre fatores e elementos climáticos e entre clima e tempo. Assuntos como o aquecimento global, camada de ozônio e até mesmo o frio que a região centro-sul do país teve no mês de julho podem ser abordados.

5- Teorias demográficas
Teoria Malthusiana (a população mundial cresceria em um ritmo rápido, comparado a uma progressão geométrica, e a produção de alimentos cresceria em um ritmo lento, comparado a uma progressão aritmética); Neomalthusiana; e Reformista.

Bruno Saneti da Oficina do Estudante, avisa: “É bom saber sobre os erros da teoria malthusiana, a volta dela no pós-Segunda guerra por causa do ‘baby boom’. Eles tentam usar a teoria novamente sem os erros do século 18, mas mesmo assim continuam os problemas. Sabemos que a dificuldade não é a falta de recursos, mas sim a distribuição”.

6- Fontes de energia
Alteração da matriz energética, fontes convencionais ou alternativas; petróleo (combustível mais usado no planeta); problemas ambientais, diminuição desses recursos e busca por novas alternativas.

7- Migrações internacionais
Haitianos no Brasil (mesma rota hoje é usada por imigrantes de outras nacionalidades, como senegaleses, nigerianos, dominicanos e indianos), novos fluxos imigratórios, xenofobia, motivação política e econômica.

8- Relevo
Processos de formação, principais formas no Brasil e placas tectônicas. Os alunos devem reconhecer os agentes internos (criadores do relevo) e os agentes externos (modeladores do relevo). Partindo desta relação, estabelecer o dinamismo do processo de formação das unidades do relevo no Brasil e identificar as diferenças entre as depressões (predominantes), os planaltos e as planícies.

9- Solos
Formação, uso e degradação. “O processo de formação dos solos deve ser entendido no contexto da ação do intemperismo [físico e químico] da formação do relevo. Desgaste e decomposição das rochas são fundamentais para a formação dos solos. Quanto ao seu uso e degradação, deve ser diferenciado o agronegócio [agressivo e impactante] das diversas formas sustentáveis de produção agrícola, principalmente aquelas que envolvem a agricultura familiar”, diz Adriano Baroni do CPV.

10- Recursos hídricos
Potencial e aproveitamento (hidroeletricidade, irrigação e transporte); crise hídrica em São Paulo e no Brasil. Regiões tropicais, áreas sedimentares e as grandes bacias hidrográficas passam a ser vistas como áreas estratégicas na produção energética renovável, no aproveitamento agrícola de áreas secas (irrigação) e como modalidade de transporte capaz de reduzir de forma significativa o custo de produção e aumentar a competitividade dos produtos.

Anotou? Então já pode fazer o download das 10 apostilas gratuitas de Geografia e começar a estudar!

Após informar seus dados, você receberá em alguns minutos um e-mail com o link para download das apostilas.

 

 

Até mais!

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.