Cursos Online
terça-feira , 21 maio 2019
Capa » Artigos e Entrevistas » Artigos » Qual a diferença entre bacharelado, tecnológico e licenciatura?

Qual a diferença entre bacharelado, tecnológico e licenciatura?

Olá, leitor!

O primeiro passo é ter bem definido as suas metas profissionais, como o tipo de carreira deseja seguir e qual a ambição de trabalho. Depois, é preciso entender a diferença entre os cursos de bacharelado, licenciatura e tecnológico para poder alinhar com seus objetivos, pois cada um deles possui um foco para determinada área de atuação.

Um curso tecnológico é uma graduação de nível superior que prepara profissionais para atender uma necessidade específica de mercado. Ele é oferecido por faculdades e universidade e tem curta duração, cerca de dois a três anos. Para realizá-lo é necessário ter concluído o Ensino Médio e, ao término, o estudante poderá seguir para uma pós-graduação, se desejar. Ele também é aceito em concursos públicos.

Já o bacharelado se diferencia por ser uma formação tradicional, com duração de média a longo prazo, de quatro a seis anos. Ele se classifica também por não ser tão específico, apresenta aos alunos diferentes conteúdos que possibilitam inúmeras áreas de atuação. Apesar de ser generalista, fornece bases sólidas para os profissionais. Para cursá-lo é obrigatório ter concluído o Ensino Médio e ser aprovado em um processo seletivo.

A diferença para o curso de licenciatura é que ao invés de preparar os profissionais para o mercado de trabalho, os capacita para lecionarem na Educação infantil, Fundamental e Médio. São cursos de ensino superior assim como os bacharelados, de média duração – quatro a cinco anos, porém o foco da atuação profissional é se tornar professor, seja de química, física, matemática, história, geografia, biologia, entre outros.

Embora os três tipos de diplomas sejam de nível superior e todos possibilitem o acesso a pós-graduação, a escolha por um deles determina a atividade profissional que será exercida. Se você tem certeza da função que deseja desempenhar, o curso tecnológico é indicado, se deseja um mercado mais amplo e com possibilidade de mudança de atuação, o bacharelado é a melhor opção, se quer lecionar deve-se fazer licenciatura.

Claro que existe a possibilidade de se especializar em algo diferente para mudar o direcionamento do trabalho, mas um planejamento bem feito poupa tempo e dinheiro, além de usar dedicação de uma especialização para crescer na mesma área em que já se atua.

Atenção! Algumas profissões exigem o certificado de bacharelado para serem praticadas, assim como para ocupar cargos públicos. É o caso do direito (advogados, juízes, promotores), da engenharia (civil, mecânica, elétrica, etc.), medicina, veterinária, farmácia, arquitetura, administração pública.

Outro ponto de destaque é que muitos cursos tecnológicos se aproximam dos de bacharelado, mas é preciso ter em mente que um será específico para uma única área de trabalho e focado mais no lado prático, e o outro dará bases gerais com diferentes conteúdos teóricos, o que abre um leque com mais opções de atuação.

Para refletir:

* Se você já trabalha em uma área e tem certeza que deseja seguir neste mesmo ramo, o tecnológico é mais indicado porque se aprofunda em um assunto em menos tempo e ainda permite que se siga para uma pós-graduação.

* Caso existam dúvidas sobre a função que deseja desempenhar ou se quer ter bases gerais que dêem a possibilidade de atuar em diferentes áreas, inclusive para as profissões que exigem esse título, deve-se buscar o bacharelado.

* Se você planeja vivenciar a vida de docente, o necessário é que se faça um curso com o título de licenciatura. Pois no futuro, ainda que se opte por mudar de segmento de trabalho é possível fazer uma especialização que o capacite.

Se você passou por um momento de decisão como este, comente! Conte para nós como foi o processo e qual o grau de satisfação com o tipo de curso escolhido.

Até logo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.